Carlos, estava abatido e se encontrou com Marisa em uma cafeteria. Ele estava se sentindo muito deprimido, e descarregou todos os seus problemas … trabalho, dinheiro, casamento, carreira … tudo parecia ter dado errado na sua vida.

Marisa colocou a mão na sua bolsa e tirou uma nota novinha de 100 reais e disse: – Carlos, você quer essa nota? Carlos ficou um pouco confuso, a princípio, mas imediatamente disse: – Claro Marisa… são 100 reais, quem não quer?

Então Marisa pegou a nota e amassou, formando uma bolinha de papel. Mostrou novamente para Carlos e perguntou: – E agora, ainda quer essa nota? Carlos respondeu: – Marisa não sei o que você está fazendo, mas claro que quero, continuam sendo 100 reais.

Marisa pegou a nota, esticou, tentando desamassar um pouco, colocou no chão e pisou várias vezes sujando a nota. Marisa disse: – Continua querendo?

Carlos já nervoso respondeu: – É o seguinte Marisa, não estou te entendendo, você sabe que essa nota continua valendo 100 reais.

Marisa continuou: – Carlos, você deve saber  que as vezes as coisas não acontecem como gostaríamos, os desafios da vida vão nos amassar e nos pisotear, mas continuamos com o nosso valor. Você deve se perguntar qual é o seu valor e não ficar se maltratando o tempo todo.

Carlos olhou fixamente para Marisa sem falar uma única palavra, assimilando tudo que Marisa tinha falado e lembrando que ele tinha esquecido o seu valor verdadeiro. Marisa deu a nota para Carlos e disse: – Pode ficar! Mas você se compromete a manter uma nota de 100 reais nova para quando um amigo precisar.

Gostou deste artigo?

Não perca as próximas novidades

Inscreva-se gratuitamente para receber informações sobre novidades, artigos, vídeos e palestras para sua vida pessoal e para seu negócio.

inscreva-se

 

Maior erro que te impede de